Desenho de conteúdos e-learning: quais teorias de aprendizagem podemos encontrar?

Source:

Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, Volume 15, Issue 1 (2012)

ISBN:

1138-2783

DOI:

http://dx.doi.org/10.5944/ried.1.15.778

Palabras clave:

conteúdos, e-learning, teorias de ensino e de aprendizagem

Resumen:

Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa que tem como objetivo identificar as principais teorias de ensino e de aprendizagem que embasam o desenvolvimento de conteúdos para cursos e-Learning presentes em instituições portuguesas. A abordagem de investigação é do tipo quantiqualitativo, optando-se pelo estudo de caso. Os instrumentos para a coleta dos dados são a entrevista semiestruturada e a análise de documentos. As análises dos resultados apontam a existência de uma incompreensão entre teorias de ensino e teorias de aprendizagem. Entre as instituições portuguesas de produção de e-Conteúdos constata-se a inexistência de uma teoria ou modelo de aprendizagem explícito e formalmente assumido. Encontram-se elementos que evidenciam vários enfoques teóricos dentro de uma mesma instituição que ora se diz behaviorista, ora cognitivista ou construtivista. A maioria das instituições diz adotar o Construtivismo, o Desenho da Instrução, a teoria dos Estilos de Aprendizagem e a dos Objetivos de Aprendizagem para produzir e organizar e-Conteúdos.

Texto completo: 

Como citar este artículo: 

Rocha Fernandes, G.; Ferreira, C. A. (2012). Desenho de conteúdos e-learning: quais teorias de aprendizagem podemos encontrar? RIED. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, volumen 15, nº 1, pp. 79-102.